Textos

QUANDO FOI A ÚLTIMA VEZ QUE VOCÊ FEZ ALGO PELA PRIMEIRA VEZ?

muro2

Há um tempo atrás meu professor escreveu a seguinte frase na lousa “when was the last time you did something for the first time?”, desde então eu não parei de refletir sobre isso. Admito que essa frase me inspira, e, eu sinceramente não sei o porquê, mas ela me faz pensar e me dá ânimo de fazer algo diferente, algo que eu nunca tenha feito antes. Já parou para pensar? Nosso dia a dia está virando literalmente uma rotina, onde sempre fazemos as mesmas coisas, frequentamos os mesmos lugares e conversamos sobre os mesmos assuntos com as mesmas pessoas.

Ei! Não era pra ser assim! Nossos dias não foram feitos para serem desperdiçados. Levanta daí, cria suas metas e vá realizá-las, a vida é muito curta para ficar na mesmisse, ela é apenas uma, e, acredite, ela passa correndo e quando você se da conta, não realizou nem um quinto dos planos que tinha, assim como não fez nada de diferente. E, eu não falo sobre coisas grandiosas, eu digo sobre ir ao cinema em plena quarta-feira sozinho, sobre balançar bem alto no meio das crianças em balanço que tem na praça, sobre dançar na pista de dança sem medo do que irão pensar, sobre andar de trem, visitar um museu próximo, subir em uma corda de slackline ou então ir visitar um amigo que mora longe mesmo que tenha apenas o dinheiro da comida. Entretanto, isso vai além de fazer coisas pela primeira vez, é manter aceso o desejo de olhar para as coisas como se fosse a primeira vez. Tente. Passe a observar melhor o local pelo qual você passa todos o dias, olhe para todos os detalhes, veja e admire como se fosse a primeira vez e você irá notar várias coisas diferentes.

Agora eu repasso a pergunta, quando foi a última vez que você fez algo pela primeira vez? Se a resposta for “não me lembro” ou qualquer outra coisa parecida, estou aqui para te dizer que é você quem atua nessa peça de teatro que chamamos de vida, vá em frente e se realize.

Anúncios
Textos

FELIZ ANO NOVO!!

tumblr_lcyr74tywc1qdtryno1_500_large.jpg

Enfim, estamos em 2017, ano novo!! Mas, não vou dizer que é vida nova, não vou dizer que coisas boas estão por vir. Pessimista? Eu? Não. Eu prefiro dizer realista. Um novo ano se inicia todo 1 de janeiro, mas quem escolhe ter uma vida nova, mudar, quem escolhe seguir os caminhos certos e tomar atitudes para ter sucesso, é você. Afinal, atitudes podem ser tomadas a qualquer dia, a qualquer hora, não é porque é dia primeiro de janeiro que ocorrerá uma mágica e tudo ficará melhor, acreditávamos nisso quando crianças, hoje, essa mágica tem o nome de atitude, iniciativa. E, atitudes podem ser tomadas 00:30 de uma quinta-feira chuvosa no meio de setembro, basta você querer. Comece o ano motivado, mas, continue motivado. É sempre igual, começamos o ano com várias expectativas, queremos realizar todos os sonhos, propomos projetos ótimos para nós mesmos, desejamos mudar o que não está legal e queremos abraçar tudo de melhor que aparecer, mas, e no fim? Bom, no fim não cumprimos nem a terceira linha de metas do ano que passou.

E quanto aos pedidos como “que pessoas melhores entrem na minha vida” ou então “que eu conheça o amor da minha vida”, já parou para observar as pessoas que tem ao seu redor? Já parou para observar se você as trata como deveria? Já parou para observar se você não considera demais alguém que não se importa com você? Já parou para pensar se você faz descaso das pessoas que mais te consideram? Não espere que as coisas aconteçam em um passe de mágica, pois não irão. Comece por si mesmo, comece todo ano se tornando uma pessoa melhor e você terá resultado.

Textos

EM UM ANO VOCÊ APRENDE MUITO

1-december-hand-lettering-design-100-examples-lettering-course

Em um ano você aprende muita coisa. Você aprende que no começo tudo sempre parecerá maravilhoso e que nada irá dar errado. Você aprende a aceitar que muitas pessoas passam por sua vida, mas nem todas permanecem. Você aprende que pessoas mudam, e que algumas nunca se revelaram verdadeiramente à você. Você aprende que apenas um feriado ou um local sem internet pode trazer uma amizade e tanto. Aprende também que as melhores pessoas para se ter ao seu lado são aquelas que se abrem de verdade para você, sem segredos, sem medo de ser quem realmente é. Você aprende que de 50 pessoas 27 você conhece, 13 falam mal de você na primeira oportunidade, 10 dizem ser seus amigos, e somente 5 desses 10 enfrentam as dificuldades da vida com você. E, infelizmente, algumas coisas duram somente um ano. Como por exemplo os amigos de classe durante o colegial, em um ano eles se tornam tudo, no final, se separam.

O mais engraçado disso tudo é que o tempo passa e nós não percebemos como as coisas mudam, é tudo como um desafio, não existe uma forma de você não se decepcionar, porém cabe a você decidir o que vale a pena. Se em somente um ano acontecem coisas como essas, imagine em dez, vinte anos? Imagine em uma vida inteira?

Textos · uma carta

UMA CARTA À 2016

pmFFR_q8.jpg

Dear 2016,
Daqui pouco tempo o ano termina. Não vou negar que, com a ida dele, vem se as expectativas, a vontade de fazer melhor tudo aquilo que não foi feito anteriormente, o desejo de modificar tudo que foi feito e que não está legal, a ânsia de agarrar todas às oportunidades e de estar de braços abertos à todas as novidades propostas. Nos últimos dias do ano, a gente viaja mas memórias, e tenta deixar na mente somente as partes boas daquele ano. Mas, quer saber? Eu não me arrependo de ter errado, eu não me arrependo de ter feito algumas escolhas que não me levaram ao total sucesso. Na noite do dia 31, irei olhar para o céu e tentar relembrar tudo. Dos amigos que fiz, das coisas que descobri, das experiências novas que tive, dos apertos que passei, das superações, de cada lágrima e de cada sorriso. E, como já disse, não irei me arrepender de nada, pois se hoje eu sou quem sou, é porque eu aprendi com meus erros.

Esse ano, mesmo com todos os altos e baixos, valeu a pena. Perdi pessoas que pensei que estariam sempre comigo, me distanciei de pessoas que não me imaginava sem, conheci pessoas que não imaginava que amaria tanto, descobri quem são os verdadeiros e quem continua lutando ao nosso lado. Amei e desamei. Deixei de falar algumas coisas que deveria ter falado. Deixei de me expressar como deveria. Cresci e amadureci. Mas, mesmo diante de tudo isso, pretendo que 2017 seja melhor. Pretendo fazer muitas coisas diferente, pretendo mudar algumas coisas, pretendo melhorar alguns hábitos e milhares de coisas que não irei enumerar. Mas, posso dizer uma coisa? 2016 valeu a pena sim! Se eu faria tudo igualzinho novamente? Talvez sim. Talvez não.

Textos

FALTA DE AMOR

tumblr_static_tumblr_static__640 (1)

Acontece que, de uns tempos pra cá, casais de mãos dadas, gargalhando e brincando, já não têm mais graça. Dias chuvosos já não me encantam como antes, do que adianta deitar e olhar pela janela a chuva caindo, se não posso te ter aqui comigo? Noites estreladas já não significam nada, do que adianta tentar esquecer das coisas enquanto observo toda a imensidão, se eu conseguia me perder somente nos brilhos de teus olhos? Dias de sol me dão embrulho no estomago, do que adianta poder sair e tomar um sorvete, se quem adorava um sorvete expresso na casquinha da sorveteria da esquina era você? O outono não me encanta tanto como antes, o céu parece cinza, sem cor, totalmente apagado, do que adianta tentar admirá-lo se quem o deixava colorido e cheio de vida era você?

A primavera? Bom, ela já não me inspira mais, do que adianta as belas tardes floridas, ótimas para fotografar e me distrair, se toda minha inspiração e quem me distraía me fazendo esquecer dos problemas era você? Pessoas dançando, adolescentes saindo em grupo, crianças correndo no parque, isso tudo me traz náuseas, não consigo mais ver com os mesmos olhos, coisas que, hoje, me fazem lembrar de você. Me disseram que isso é falta de amor, mas do que adianta aceitar e amar alguém, se quem eu realmente amo é você?

Textos

NUNCA EXISTIU NÓS

ko.png

Hoje olho para você, olho para mim, e tento entender como um dia pensei que existira um nós. Infelizmente nunca existiu. Se eu fosse você, eu teria ligado, ou até mesmo enviado uma carta. Tudo isso é medo de voltar e passar pelas mesmas coisas? Quem sabe algum dia você olhe para trás e lembre de tudo que passamos. Desde as melhores coisas até as piores. Desde os pequenos até os maiores momentos. Sempre foi eu quem lutou por esse (suposto) amor que, hoje, vejo que nunca existiu. Eu pensei que tivesse achado a pessoa certa, pensei que seria você, mas infelizmente eu estava errada. Errada por esperar de alguém algo que eu mesma poderia fazer: me amar. Mas eu não pensei nisso, não percebi que era somente eu quem lutava por esse falso amor, pensei que eramos nós, mas pra dizer a verdade, nunca existiu nós.

Talvez você se convença de que foi feliz nesse meio tempo, talvez não. Talvez você perceba que foi algo bom, talvez não. Pode ser que venha a pensar na possibilidade de voltar e retomar algumas decisões mal feitas, pode ser que não. Pode ser que você procure meu número e pense em ligar, pedir desculpas, conversar, como nos velhos tempos, “onde será que ela está?”, pode ser que não. Pode ser que o orgulho fale mais alto e nos impeça de conversar. São muitas dúvidas e indecisões que nem o tempo e nem mesmo a vida conseguem explicar. Eu deveria ter me amado primeiro, antes de lhe amar tanto.

 

Meu pensamento · Textos

TALVEZ VIVER SEJA ISSO

polaroidpics.jpg

Tem momentos na vida que nada parece colaborar, parece tudo o que tentamos até ali foi em vão, que todos os sonhos e planos que tivemos foram simplesmente deixados para trás. Tem horas que o mundo parece conspirar ao nosso favor, outras horas totalmente contra. Estamos nesse mundo para aprender a viver com suas contradições, para crescermos a cada dia que passa com os simples altos e baixos que nos ocorrem. Mas claro que também estamos aqui para descobrirmos o que é felicidade, amor e amizade, porém, muitas vezes esperamos passar por momentos tristes e contraditórios, por perdas e brigas, pois infelizmente, o ser humano só aprende quando percebe que já é um pouco tarde.

Não permita que a correria e os aborrecimentos do dia-a-dia lhe privem de aproveitar ao máximo cada momento de sua vida, pois talvez um dia você olhe para trás e perceba todas as coisas boas que tinha e ainda reclamava, como era feliz e continuava insatisfeito. Talvez viver seja isso, ser feliz sem saber, e somente reconhecer isso quando as coisas não forem mais as mesmas.